tutorial

Caros amigos, é simples localizar uma melodia aqui no blog, basta ir no box "pesquisar no blog" e escrever o parametro da pesquisa, seja o numero do salmo, ou uma frase, ou a data logo abaixo da janelinha do Facebook (aliás, visite minha página, mande um convite ou seja um seguidor). Você também encontrará as melodias nos arquivos do blog, onde são disponibilizadas por ordem de data cronologicamente. Você ainda tem a opção de receber as melodias novas no seu Email, basta cadastrá-lo no box "siga-nos em seu Email". Se você usar a melodia do blog, por favor, deixe um comentário com sua cidade e paróquia. Espero ajudar, boa Missa à todos.

Aos Salmistas...

Para cantar a ti, meu Senhor Jesus, quem me dera ter olhos de águia, coração de criança e uma língua polida pelo silêncio!
Frei Ignácio de Larrañaga

Ouça a radio cantesalmos

Ouça a rádio cantesalmos - para uma melhor navegação, click no link a seguir com o botão direito e escolha "abrir em uma nova guia"


pesquise no blog

siga-nos em seu email

salmo 62, 23 de junho 2013 (23/06/2013)

Longe do Templo, onde se manifesta a presença do Deus da Aliança, o levita se sente privado do seu elemento vital. Na esperança de voltar um dia a participar do louvor e banquetes rituais, o salmista reconhece que o amor de Deus vale mais do que a vida.





*melodia disponibilizada por www.cancaonova.com, com interpretação de Graça Schelck, ministra de musica da comunidade Canção Nova.



               A                     E/A   A               Bm7                         Esus    
— A minh’alma tem sede de    vós,/ como a terra sedenta, ó meu Deus!
               A                     E/A   A               Bm7            Esus         A
— A minh’alma tem sede de    vós,/ como a terra sedenta, ó meu Deus!



              D            D5+           D6                                
 — Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!/
                 A                      F#m7        
Desde a aurora ansioso vos busco!/
Bm7                               Esus
A minh’alma tem sede de vós,/
        D/F#             E/G#       A   Esus
minha carne também vos deseja.


 — Como terra sedenta e sem água,/
 venho, assim, contemplar-vos no templo,/
para ver vossa glória e poder./
Vosso amor vale mais do que a vida:/
e por isso meus lábios vos louvam.


 — Quero, pois, vos louvar pela vida,/
 e elevar para vós minhas mãos!/
A minh’alma será saciada,/
como em grande banquete de festa;/
cantará a alegria em meus lábios /
 ao cantar para vós meu louvor!


 — Para mim fostes sempre um socorro;/
de vossas asas à sombra eu exulto!/
 Minha alma se agarra em vós
Obrigado por acessar o blog!!! Curta e compartilhe esta postagem !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua participação é muito importante para nós