tutorial

Caros amigos, é simples localizar uma melodia aqui no blog, basta ir no box "pesquisar no blog" e escrever o parametro da pesquisa, seja o numero do salmo, ou uma frase, ou a data logo abaixo da janelinha do Facebook (aliás, visite minha página, mande um convite ou seja um seguidor). Você também encontrará as melodias nos arquivos do blog, onde são disponibilizadas por ordem de data cronologicamente. Você ainda tem a opção de receber as melodias novas no seu Email, basta cadastrá-lo no box "siga-nos em seu Email". Se você usar a melodia do blog, por favor, deixe um comentário com sua cidade e paróquia. Espero ajudar, boa Missa à todos.

Aos Salmistas...

Para cantar a ti, meu Senhor Jesus, quem me dera ter olhos de águia, coração de criança e uma língua polida pelo silêncio!
Frei Ignácio de Larrañaga

Ouça a radio cantesalmos

Ouça a rádio cantesalmos - para uma melhor navegação, click no link a seguir com o botão direito e escolha "abrir em uma nova guia"


pesquise no blog

siga-nos em seu email

salmo 49, 27 de junho 2016 (27/06/2016)

Neste salmo, o salmista dá um puxão de orelhas em todos nós, dizendo que não adianta apenas dizer-mos que amamos à Deus, se nossos atos não condizerem com o que proclamamos.




Salmo entoado por Karina Soares, no Santuário de Fátima da Serra Grande. em São Benedito-Ce.

Cifrado com abraçadeira na primeira casa. Tom original Bb


    A                                             D   E         A                               D   E
— Entendei isto, todos vós que esqueceis o Senhor Deus! O Senhor Deus!


             D                                        E
— “Como ousas repetir os meus preceitos 
     D                                      E
e trazer minha Aliança em tua boca? 
            D                                         E
Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos 
               D                                          E   E7
e deste as costas às palavras dos meus lábios!



— Quando vias um ladrão, tu o seguias 
e te juntavas ao convívio dos adúlteros. 
Tua boca se abriu para a maldade 
e tua língua maquinava a falsidade.


— Assentado, difamavas teu irmão, 
e ao filho de tua mãe injuriavas. 
Diante disso que fizeste, eu calarei? 
Acaso pensas que eu sou igual a ti? 
É disso que te acuso e repreendo 
e manifesto essas coisas aos teus olhos.



— Entendei isto, todos vós que esqueceis Deus, 
para que eu não arrebate a vossa vida, 
sem que haja mais ninguém para salvar-vos! 
Quem me oferece um sacrifício de louvor, 
este sim é que me honra de verdade. 
A todo homem que procede retamente, 
eu mostrarei a salvação que vem de Deus”.


Obrigado por acessar o blog!!! Curta e compartilhe esta postagem !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua participação é muito importante para nós