tutorial

Caros amigos, é simples localizar uma melodia aqui no blog, basta ir no box "pesquisar no blog" e escrever o parâmetro da pesquisa, seja o numero do salmo, ou uma frase, ou a data, aproveita clica no link do Facebook no lado esquerdo. Você também encontrará as melodias nos arquivos do blog, onde são disponibilizadas por ordem de data cronologicamente. Você ainda tem a opção de receber as melodias novas no seu Email, basta cadastrá-lo no box "siga-nos em seu Email". Se você usar a melodia do blog, por favor, deixe um comentário com sua cidade e paróquia. Espero ajudar, boa Missa à todos.

Aos Salmistas...

Para cantar a ti, meu Senhor Jesus, quem me dera ter olhos de águia, coração de criança e uma língua polida pelo silêncio!
Frei Ignácio de Larrañaga

salmo 33, 30 de abril 2014 (30/04/2014)

Neste salmo somos chamados a sermos justos e clamarmos por Deus, assim, Ele estará sempre ao nosso lado.



Marlene- Voz
leandro - melodia, voz e instrumentos
DSCN0435




D         G   C                             D
Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido.
D         G   C             G               D
Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido.


C                                                     D
Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,
C                                                       D
seu louvor estará sempre em minha boca.
C                                         D
Minha alma se gloria no Senhor;
C                          G                     D
que ouçam os humildes e se alegrem! (R)


Comigo engrandecei ao Senhor Deus, 
exaltemos todos juntos o seu nome! 
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu,
 e de todos os temores me livrou. (R)


Contemplai a sua face e alegrai-vos, 
e vosso rosto não se cubra de vergonha! 
Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, 
e o Senhor o libertou de toda angústia. (R)


O anjo do Senhor vem acampar ao redor 
dos que o temem, e os salva. 
Provai e vede quão suave é o Senhor! 
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio

salmo 92, 29 de abril 2014 (29/04/2014)

Acima de todos os poderes do mundo, o próprio mundo é trono de Deus, que reina desde sempre e para sempre.



*Neste vídeo disponibilizado por www.cancaonova.com, Eliana Ribeiro não canta as estrofes, então fiz uma sugestão...





     F                    Bb       F                                   Bb
— Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor!
   Gm                    C         Bb            C               F     
— Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor!


F                       Bb
— Deus é Rei e se vestiu de majestade, 
C                         F
revestiu-se de poder e de esplendor! 
F                               Bb
Vós firmastes o universo inabalável, 
C                                   F
vós firmastes vosso trono desde a origem, 
F                                 Bb
desde sempre, ó Senhor, vós existis!
C                                       F
desde sempre, ó Senhor, vós existis!



— Verdadeiros são os vossos testemunhos, 
refulge a santidade em vossa casa, 
pelos séculos dos séculos, Senhor!

salmo 117, 27 de abril 2014 (27/04/2014)

Este salmo nos mostra que dividida em grupos, a comunidade recebe a pessoa que vai agradecer e entoa o refrão, exaltando o amor de Deus. Muitas vezes também somos a pedra rejeitada, ao mesmo tempo que somos a pedra angular aos olhos de Deus. 

*melodia disponibilizada por www.cancaonova.com, com interpretação de Karina Maria, ministra de música da Comunidade Canção Nova.




         A            F#m                                   D7    Bm           
— Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom;/ 
                  E                 A          C#m  Bm
eterna é a sua misericórdia!
         A           F#m                                    D7    Bm      
— Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom;/ 
               E                     A    
eterna é a sua misericórdia!



      F#m                              D      A/C#                        
— A casa de Israel agora o diga:/
                                    D
 “Eterna é a sua misericórdia!”/
    F#m7                             D    A/C#                          
 A casa de Aarão agora o diga:/ 
                                  E4    E
“Eterna é a sua misericórdia!”/
         F#m7        F#m/E                 D       Bm7   

Os que temem o Senhor agora o digam:/ 
          C#m7      F#m7   Bm7   E         A         D/F#  E/G#
“Eterna    eterna  é    a sua misericórdia!”


— Empurram-me, tentando derrubar-me,/

mas veio o Senhor em meu socorro./ 
O Senhor é minha força e o meu canto,/ 
e tornou-se para mim o Salvador./ 
“Clamores de alegria e de vitória/ 
ressoem pelas tendas dos fiéis”.


— “A pedra que os pedreiros rejeitaram/ 
tornou-se agora a pedra angular.”/ 
Pelo Senhor é que foi feito tudo isso:/ 
que maravilhas ele fez a nossos olhos!/
Este é o dia que o Senhor fez para nós,/ 
alegremo-nos e nele exultemos!

salmo 08, 24 de abril 2014 (24/04/2014)

Este salmo nos mostra que o poder de Deus sobre a terra e o céu se comprova em suas ações históricas contra os adversários e inimigos do seu povo.




*melodia adaptada, originaria do portal www.cancaonova.com.
Leandro - voz e violão

             E             B                        A                  E             F#m      B    E    B7
Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

           E                                     B                                    
Ó Senhor, nosso Deus,como é grande
          A                                E           
vosso nome por todo o universo!
          A                                       E
Perguntamos: "Senhor, que é o homem,
         A                             B                       
para dele assim vos lembrardes
            F#m          B          E      B7
e o tratardes com tanto carinho?"   (R)



Pouco abaixo de Deus o fizestes,
coroando-o de glória e esplendor;
vós lhe destes poder sobre tudo,
vossas obras aos pés lhe pusestes.  (R)



As ovelhas, os bois, os rebanhos,
todo o gado e as feras da mata;
passarinhos e peixes dos mares,
todo ser que se move nas águas.  (R)

salmo 104, 23 de abril 2014 (23/04/2014)

Este salmo é um convite ao louvor. O motivo é o reconhecimento da história como testemunha da ação de Deus, que fundamenta a confiança do povo. Cujo tema central: O Deus que governa a história prometeu aos antepassados dar uma terra como herança para o povo.



*Para extrair o mp3 deste video sugiro http://www.youtube-mp3.org/pt

Salmo entoado por Adriano Silva do Grupo de Oração Deus Salva, da Paróquia Bom Jesus de Piraporinha.

G                 D/F#m         Em                D
Exulte o coração dos que buscam o Senhor.
   C              G/B                Am   D          G
Exulte o coração dos que buscam    o Senhor.


Em                                           B7
Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, 
Am                       G/B                            D 
anunciai entre as nações seus grandes feitos! 
Em                                    B7 
Cantai, entoai salmos para ele, 
Am                     G/B              D 
publicai todas as suas maravilhas!   (R)

Gloriai-vos em seu nome que é santo, 
exulte o coração que busca a Deus! 
Procurai o Senhor Deus e seu poder, 
buscai constantemente a sua face!   (R)

Descendentes de Abraão, seu servidor, 
e filhos de Jacó, seu escolhido, 
ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, 
vigoram suas leis em toda a terra.   (R)

Ele sempre se recorda da aliança, 
promulgada a incontáveis gerações; 
da aliança que ele fez com Abraão, 
e do seu santo juramento a lsaac.  (R)

salmo 32, 22 de abril 2014 (22/04/2014)

Nesta salmo, o salmista proclama que a presença de Deus se faz em toda a Terra, guia, consola e orienta todos aqueles que confiam na Sua palavra.




         E                        F#m            G#m               A
Transborda em toda a terra  a  bondade do Senhor.
         A                       G#m               A      B      E    E4  E
Transborda em toda a terra  a  bondade do Senhor.

              E                                F#m
— Pois reta é a palavra do Senhor,/
                                            E   E4  E
e tudo o que ele faz merece fé./
E                                    F#m
Deus ama o direito e a justiça,/
                                                         E   E4 E  
transborda em toda a terra a sua graça.


Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem,
e que confiam esperando em seu amor,
para da morte libertar as suas vidas
e alimentá-los quando é tempo de penúria.   (R)



No Senhor nós esperamos confiantes,
porque ele é nosso auxílio e proteção!
Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça,
da mesma forma que em vós nós esperamos!  (R)

salmo 117, 20 de abril 2014 (20/04/2014)

Este salmo nos mostra que dividida em grupos, a comunidade recebe a pessoa que vai agradecer e entoa o refrão, exaltando o amor de Deus. Muitas vezes também somos a pedra rejeitada, ao mesmo tempo que somos a pedra angular aos olhos de Deus. 

*melodia disponibilizada por www.cancaonova.com, interpretada por Arali Basso, da equipe de musica Renascer, da paroquia Sagrado Coração de Jesus, em São João da Boa Vista SP



    E           F#m7           E/G#               A9       E                                   B
— Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos! 
    E           F#m7           E/G#               A9       E                               C#m B  E      
— Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos!


     E                  F#m        G#m            B           A         E/G#   F#m   B            
— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!/ ‘Eterna é a sua    misericórdia!”/ 
A          G#m                 F#m B        A            E/G# F#m7     A/E      B                
 A casa de Israel agora o diga:/     “Eterna é a   sua                misericórdia!”



     E                     F#m        G#m       B           A                     E/G#     F#m    B            
— A mão direita do Senhor fez maravilhas,/     a mão direita do Senhor me levantou./
                A                 G#m           F#m B        A                                   E/G# F#m7     A/E      B                
 Não morrerei, mas, ao contrário, viverei/       para cantar as grandes obras              do Senhor! 


     E                      F#m          G#m     B           A                    E/G#   F#m   B            
— A pedra que os pedreiros /  rejeitaram/       tornou-se agora a pedra  angular./
                A            G#m            F#m  B        A                         E/G# F#m7        A/E      B                
 Pelo Senhor é que foi feito tudo isso;/    Que maravilhas ele fez                  aos nossos olhos!

salmo 30, 18 de abril 2014 (18/04/2014)

Não encontrando saída, o salmista apela diretamente para Deus. Numa sociedade corrompida, Deus é o único apoio que o justo encontra para continuar na luta pela justiça. 


*Vídeo disponibilizado por Arquidiocese de Goiânia 
Sexta Feira da Paixão


*para extrair o mp3 deste video, sugiro http://www.youtube-mp3.org/pt

 D                         A7
Ó PAI, EM TUAS MÃOS
          D           A7         D
EU ENTREGO O MEU ESPÍRITO.



D                                                     Em
1. Senhor, eu ponho em vós minha esperança;
Em                                                      Bm
   que eu não fique envergonhado eternamente!
Bm                                                            Em
  Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito,
                                       A7             D
   porque vós me salvareis, ó Deus fiel!


2. Tornei-me o opróbrio do inimigo, 
   o desprezo e zombaria dos vizinhos,
   e objeto de pavor para os amigos;
   fogem de mim os que me veem pela rua.
   Os corações me esqueceram como um morto, 
   e tornei-me como um vaso espedaçado.


3. A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio,
   e afirmo que só vós sois o meu Deus!
   Eu entrego em vossas mãos o meu destino;
   libertai-me do inimigo e do opressor.


4. Mostrai serena a vossa face ao vosso servo,
   e salvai-me pela vossa compaixão!
   Fortalecei os corações, tende coragem,
  todos vós que ao Senhor vos confiais!

salmo 115, 17 de abril 2014 (17/04/2014)

Neste salmo, confirmamos o compromisso com Deus, de louvá-lo, bendizê-lo e sempre seguir Seus mandamentos. 



*Musica integrante do CD "Ao mestre do canto" de Eliana Ribeiro


C                                     G
O Cálice por nós abençoado 
                     Am                                          G
É a nossa comunhão com o sangue do Senhor
C                              G
O Cálice por nós abençoado
                 Am                F           G                C
É a nossa comunhão com o sangue do Senhor


           C                                    G
Que poderei retribuir ao Senhor Deus, 
               F                                    G
Por tudo aquilo que ele fez em meu favor? 
          Am                G
Elevo o cálice da minha salvação 
    F                                      G
Invocando o nome santo do Senhor. 


É sentida por demais pelo Senhor, 

A morte de seus santos, seus amigos, 
Eis que sou o vosso servo, ó Senhor, 
Vós me quebrastes os grilhões da escravidão. 


Por isso, oferto um sacrifício de louvor, 

Invocando o santo nome do Senhor, 
Vou cumprir minhas promessas ao Senhor, 
Na presença de seu povo reunido. 

salmo 68, 16 de abril 2014 (16/04/2014)

Este salmo nos mostra que: não tendo mais a quem recorrer, o salmista suplica a Deus, que é o refúgio dos necessitados. Quando o pobre e o fraco são libertos, também os outros se alegram e se encorajam, descobrindo que Deus está aliado com eles. Essa é a maior glória para Deus.




*Video disponibilizado por Arquidiocese de Goiânia.


D              A                G                           D          
   RESPONDEI-ME PELO VOSSO IMENSO AMOR,
        F#m                G        A7          D
NESTE TEMPO FAVORÁVEL, SENHOR DEUS.



D                                                        A
1. Por vossa causa é que sofri tantos insultos,
A7                                               D
   e o meu rosto se cobriu de confusão;
D7                                                               G
   eu me tornei como um estranho a meus irmãos,
A7                                                             D
   como estrangeiro para os filhos de minha mãe.



D                                                        A
2. Pois meu zelo e meu amor por vossa casa
A7                                             D
   me devoram como fogo abrasador;
D7                                               G
   e os insultos de infiéis que vos ultrajam
A7                                         D
   recaíram todos eles sobre mim!



D                                        A
3. O insulto me partiu o coração.
A7                                                            D
   Eu esperei que alguém de mim tivesse pena;
D7                                                     G
   procurei quem me aliviasse e não achei!
A7                                                                                                      
   Deram-me fel como se fosse um alimento,
                                                   D
  em minha sede ofereceram-me vinagre!



D                                                                                                          
4. Cantando eu louvarei o vosso nome 
                                         A
e agradecido exultarei de alegria!
A7                                                                                 D
   Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, 
D7                                                     G
   se procurardes o Senhor continuamente!
A7                                                                                                                  
  Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres
                                                     D
 e não despreza o clamor de seus cativos 

pesquise no blog

siga-nos em seu email